O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente.

Mario Quintana

5 de abr de 2015

Gênios dos gêneros.
Menino ou menina
bola, pipa, boneca...
rosa, azul, skate, bicicleta.
criança quer brincar
de quê, não importa:
Menino de boneca,
Menina de peteca,
A bola é redonda e quebra vidraças;
o preconceito quebra o amor.
Criança não tem preconceito
-cores
-brinquedos
-brincadeiras
Podem formar gênios,
que não serão definidos pelo gênero.
Preconceito sim,
preconceito leva a diferenciação,
afasta crianças
que adultos serão.
Confundem cabeças em formação...
Presente de um futuro que podem dividir nações.
Deixem brincar as crianças,
libertar a imaginação,
pintar o céu cor de rosa,
o chão de azul anil,
o mar amarelar
as estrelas, avermelhar,
luar multicolorir...
O sol poderá sorrir,
ou o chorar o preconceituoso,
em um desenho de dor...
Menino, menina
crianças, apenas crianças.
Quantos cenários o preconceito desmontou?
Quantos gênios limitou?

Magna Vanuza Araújo.

  • Magna Vanuza Araújo
    Escreva um comentário...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adubos