O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente.

Mario Quintana

8 de jan de 2012

Mundos



Aqui nesse mundo acaso,
meus sonhos são transitórios
e a vida, um boato ridículo

Levo nos ombros
todos os mundos
e do mundo todos os nãos

Pouca oferta
e muita procura
onde matam leões
e engaiolam passarinhos

Vou partir pra outro mundo
caminho sem volta
Pra onde o amor
não seja transitório
e meus pássaros possam voar.

Magna Vanuza Araújo
|Direitos Reservados|

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adubos