O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente.

Mario Quintana

9 de out de 2014

engolindo sapos








Tenho andado
Perdida
Em caminhos fartos
Tenho andado
Esquecida
Às margens do asfalto
Tenho andado sofrida
Em consequências dos fatos
Tenho andado calada
Engolindo meus sapos.



 Magna Vanuza Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adubos