O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente.

Mario Quintana

7 de jan de 2011

Fases


Em algumas fases me ocultei
Noutras me mostrei.
Fases em que me refugiei,
Outras em que me poetizei.
Pra que serve a poesia que me tornei?
Em que fase retornarei?

Magna Vanuza Araújo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adubos