O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente.

Mario Quintana

7 de fev de 2013

Afirmativa



 

 
 
É ponte
Estrada
Estante
Entrada
 
É pássaro
Revoada
Ninho
Enseada

É fogo
É folga
É verso
É prosa

Magna Vanuza Araujo
|Direitos Reservados|

Um comentário:

Adubos