O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente.

Mario Quintana

9 de mar de 2013

Poesia





Na tristeza ou na alegria,
Tenho o conforto da Poesia!


Magna Vanuza Araújo
|Direitos Reservados|





Um comentário:

  1. Delicado como você minha menina!
    Anna... não consigo comentar pela conta do google!

    ResponderExcluir

Adubos