O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente.

Mario Quintana

4 de mai de 2011

Noturna


Gosto de contemplar o pôr do sol
às margens do Epitácio
olho
sonho
choro
oro
e retorno,
suavemente
noturna.

Magna Vanuza Araújo
|Direitos Reservados|

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adubos