O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente.

Mario Quintana

31 de jan de 2010

Nova vida




Quando a vida
Me fechou todas as portas,
e o vento
Me soprou pro infinito
Vi meus sonhos
e desejos consumidos,
por um triste vazio.

Mas um detalhe,
Chamou minha atenção:
As portas fechadas
E o vento infinito,
Não queriam me transportar
Pra lugar algum
Apenas me " casular ",
transformar
meus sentimentos,
renovar meu coração,
dar asas aos meus sonhos,
poderes às minhas mãos.

Por um momento,
As portas fechadas
e o vento infinito
fizeram tal metamorfose comigo.
E com um novo espírito,
Abriram-se as portas
de uma nova vida.
acalmou-se o vento
tristezas mortas,
novos tempos!

( Magna Vanuza & Shirley Vasconcelos )

7 comentários:

  1. Muito lindo este poema,"Nova Vida"!!!

    ResponderExcluir
  2. ADOREI... simplesmente maravilhoso, fiquei surpreso com a capacidade de vocês duas, foi tão perfeito que não dá para distinguir quem escreveu o que, ficou muito... muito bonito mesmo, me sinto envaidecido e satisfeito de poder dizer as pessoas que as conheço.

    ResponderExcluir
  3. Não espere
    Não apresses a chuva,
    ela tem seu tempo de cair
    e saciar a sede da terra;

    não apresses o por do sol,
    ele tem seu tempo de anunciar
    o anoitecer até seu último raio ;

    não apresses a tua alegria,
    ela tem seu tempo para aprender
    com a tua tristeza;

    não apresses teu silêncio,
    ele tem seu tempo de paz
    após o barulho cessar,

    não apresses teu amor,
    ele tem seu tempo de semear
    mesmo nos solos mais áridos
    do teu coração;

    não apresses tua raiva,
    ela tem seu tempo para
    abrir-se nas águas mansas
    da tua consciência;
    não apresses o outro,
    pois ele tem seu tempo
    para florescer aos olhos
    do Criador;

    não apresses a ti mesmo,
    pois precisas de tempo
    para sentir a tua própria
    evolução.
    Por Joaquim Rêgo

    ResponderExcluir
  4. Shirley Vasconcelos2 de fevereiro de 2010 03:15

    Fiquei muito feliz em escrever essa poesia com vc, que é uma poeta maravilhosa foi um prazer imenso e que como essa venham outras!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. A vida
    fecha portas
    que somente
    a poesia
    abre.

    ResponderExcluir
  6. Shirley Vasconcelos8 de fevereiro de 2010 05:29

    Gostei muito: " a vida fecha as portas que só a poesia abre " é verdade!

    ResponderExcluir

Adubos