O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente.

Mario Quintana

3 de fev de 2012

Professora com Infância




















Eu já roubei manga no pomar do vizinho,

Já subi no telhado lá da casa do meu avô
Já fiz cabaninha na laranjeira
Já quebrei o vidro da janela da escola,
Já brinquei de amarelinha, queimado e bola.
Já rabisquei as paredes da minha casa,
e coloquei a culpa no meu irmão menor.

Já adormeci nos laranjais da chácara do meu avô,
Pintei e bordei com as coisas da minha mãe.
Comprei cachaça pro meu pai em troca de pirulito.
Já fingi estar doente só pra ganhar carinho,
Já comprei fiado encondido.
Já queimei muitas panelas fazendo doce de leite, mais açucar do que Leite!
Já Fugi de casa no dia de São cosme e Damião pra ganhar doces...
E agora querem que seja uma professora linha dura!
Impossível, minha infância não permite.
Ensino e aprendo, sério e brincando.
Amo Educação infantil!

Magna Vanuza Araújo
|Direitos Reservados|

Um comentário:

Adubos